Agrokraftstoffe: Marina Silva übernimmt Propaganda der Zuckerrohr-Ethanolindustrie

(Übersetzung: Christian Russeau, FDCL-Berlin)

São Paulo, 06/05/2008 – Während des Brasilienbesuchs des bundesdeutschen Umweltministers, Sigmar Gabriel, stimmte letzte Woche die Umweltministerin, Marina Silva, in den Chor von Präsident Lula ein, indem sie in Bezug auf Agrokraftstoffe behauptete, “Brasilien verfügt in der Produktion schon jetzt über Umwelt- und Sozialkriterien” und müsse diese nur “publik machen”. Nach Ansicht der in der Arbeitsgruppe Energie des Brasilianischen Forums von Nichtregierungsorganisationen und Sozialen Bewegungen für Umwelt und Entwicklung (FBOMS) versammelten Organisationen und Bewegungen sind solche vermeintlich in Brasilien angewandten oder von der Regierung definierten und in der Praxis umgesetzten Kriterien der Gesellschaft nicht bekannt. Für die Organisationen verschärft die weltweite Ausweitung des Ethanolmarktes die bereits existenten Probleme in Brasilien, dies sowohl in Bezug auf die sozialen Auswirkungen als auch in Bezug auf die Impakte auf die Biodiversität.

Die Erklärungen der Ministerin fielen im Zusammenhang mit den Verhandlungen um die Unterzeichnung eines Energieabkommens zwischen beiden Ländern (die Unterzeichnung durch Kanzlerin Angela Merkel und Präsident Lula ist für den 13. Mai in Brasilien vorgesehen) und genau zwei Wochen vor Auftakt der Vertragsstaatenkonferenz zur Biodiversitäts-Konvention – CDB, deren Leitung an die Bundesrepublik Deutschland übergeht, und auf der das Thema der Auswirkungen der Ausweitung der Agrokraftstoffe auf die Biodiversität debattiert werden soll.

Auf zwei Vorbeitungstreffen zur Vertragsstaatenkonferenz zur Biodiversitäts-Konvention – CDB hat die brasilianische Regierung die Diskussionen über die Auswirkungen auf die Biodiversität blockiert. Auch auf der Regionalkonferenz der FAO hat sich Brasilien gegen die Schaffung eines internationalen Protokolls für die Produktion von Agrokraftstoffen gewandt, dessen Ziel die Verhinderung von Auswirkungen auf die Lebensmittelpreise gewesen wäre. Das Sekretatriat der CDB entwarf ein von den in Deutschland an der Konferenz Teilnehmenden zu diskutierendes Dokument vor, welches die kumulativen, direkten wie indirekten Impakte der Ausweitung der Agrokraftstoffe auf die Biodiversität nennt. Fußend auf diesem Dokument wurde das Monitoring der Effekte der Ausweitung der Agrokraftstoffe in den Arbeitsgrupen der CDB vorgeschlagen. Das Dokument mißfiel Brasilien, das, wie es scheint, darin fortfährt, die weltweite Debatte zu ignorieren und der Welt die Propaganda der Nachhaltigkeit der Ethanolproduktion zu verkaufen und sich einer öffentlichen und tiefgehenden Diskussion zu verweigern.

Für Lucia Ortiz, Koordinatorin von Amigos da Terra/Brasil, hat Brasilien es selbst nach 30jähriger Erfahrung mit Alkoholkraftstoffen noch immer nicht geschafft, die gravierenden sozialen und Umweltauswirkungen der Ethanolproduktion zu beherrschen, nicht einmal für den Binnenmarkt, und hat deshalb auch keinerlei Grundlage, um sich selbst zu zertifizieren und die Nachhaltigkeit der Ausweitung der Produktion für die wachsende Exportnachfrage und internationalen Konsum von Kraftstoffen zu garantieren. „Wenn die Staatsfirma Petrobrás in der gesamten Produktionskette des Ethanols die Erfordernisse des Waldstatuts (Código Florestal), der Arbeitsgesetzgebung (Legislação Trabalhista) und der ILO-Konvention 169 durchsetzen und respektieren würde, dann wäre sie heute nicht einmal in der Lage, den Inlandsmarkt zu bedienen“, betont Ortiz.

Camila Moreno, Forscherin der Nichtregierungsorganisation Terra de Direitos, aus Paraná, bezweifelt auch die Erklärung der Ministerin. Die Forscherin betont, dass die Definition dessen, was als „landwritschaftlich nutzbares Land“ (“terras agriculturáveis”) oder als „degradierte Fläche“ (“áreas degradadas”) gelte, auf denen die Ausweitung der Agrokraftstoffe erfolgen könnte, sehr umstritten ist. „Es ist unverantwortlich, nicht-existente Produktionskriterien zuzusagen, und die kumulativen Umweltauswirkungen der Ausweitung des Agroenergiebusiness‘ sowie die schweren Menschenrechtsverletzungen – vor allem im Bereich des Zuckerrohranbaus – zu ignorieren“, hebt die Forscherin hervor.

Laut Telma Monteiro von der Nichtregierungsorganisation Terra de Laranjeiras aus São Paulo sollte das Moment der weltweiten Besorgnis über dieses Thema als Möglichkeit begriffen werden, dass die brasilianische Regierung in einen transparenten Prozess einer Debatte mit der Zivilgesellschaft über die sozio-ökologischen Folgen ihrer Politik, welche den Export der Naturressourcen favorisiert, eintreten sollte.

In Bezug auf das Energieabkommen zwischen Brasilien und Deutschland, das nun den Export von Ethanol einschließt, weist die Arbeitsgruppe Energie darauf hin, dass seit 2002 die Revision des Abkommens von 1975 erwartet wird.1. Seit damals schlägt die organisierte Zivilgesellschaft beider Länder die Beendigung der Nuklearkooperation und die Fokussierung auf die Förderung von Energieeffizienz und der nachhaltigen und dezentral produzierten Erneuerbaren Energien vor. Die Arbeitsgruppe sieht die Wiederaufnahme des Abkommens zu diesem Zeitpunkt als eine Form der Druckausübung, damit die bundesdeutsche Regierung sich Brasilien anschließe in dem Versuch, eine tiefergehende Debatten in der CDB über die wachsenden Auswirkungen der Agrokraftstoffe zu verhindern, und dies genau zu einem Zeitpunkt, in dem die weltweiten Besorgnisse in Bezug auf Lebensmittelpreise, auf die Auswirkungen der landwirtschaftlichen Expansion auf die Biodiversität und die Zweifel an der Strategie als Teil der Lösung für das reale Problem des Klimawandels steigen.

Für Rafael Ribeiro von der Sociedade Angraense de Proteção Ecológica – SAPÊ aus Rio de Janeiro “dient der Versuch der Einbeziehung der Agrokraftstoffe in die Revisionsverhandlungena des Abkommens dazu, Deutschland am Technologiehandel für Nuklearenergie und Turbinen für Megakraftwerke verdienen zu lassen, und zeigt die Inkonsistenz der Politik der brasilianischen Regierung und dass diese sich nicht um ökologische Nachhaltigkeit schert.”.

 

  1. Entre os termos do Artigo XI do rascunho do acordo que vem sendo revisado, as Partes asseguram que ‘vão continuar cooperando no campo de geração da energia nuclear, em suas diversas modalidades’ (O Globo, Economia, Panorama Econômico, Coluna Miriam Leitão, p. 34, 01.06.07).

 

Mitgliedsorganisationen FBOMS:

REGIÃO CENTRO-OESTE
1 – ÁGORA – ASSOCIAÇÃO PARA PROJETOS DE COMBATE À FOME
2 – AGROTEC – CENTRO DE TECNOLOGIA AGRO-ECOLÓGICA DE PEQUENOS AGRICULTORES
3 – ASSOCIAÇÃO AMIGOS DO FUTURO
4 – ASSOCIAÇÃO ANAPOLINA DE PROTEÇÃO AO MEIO AMBIENTE
5 – ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE CONSCIENTIZAÇÃO ECOLÓGICA
6 – ASSOCIAÇÃO COMUNITÁRIA ARI CESAR
7 – ASSOCIAÇÃO DE DESENVOLVIMENTO COMUNITÁRIO DO CAXAMBU
8 – ASSOCIAÇÃO DE MEDICINA NATURAL DE PIRENÓPOLIS
9 – ASSOCIAÇÃO DE VOLUNTÁRIOS PATRULHA ECOLÓGICA
10 – ASSOCIAÇÃO DIAMANTINENSE DE ECOLOGIA
11 – ASSOCIAÇÃO ECOLÓGICA E MEIO AMBIENTALISTA
12 – ASSOCIAÇÃO GRUPO DE APOIO AO MEIO AMBIENTE GAMA
13 – ASSOCIAÇÃO MATO-GROSSENSE DE ECOLOGIA
14 – ASSOCIAÇÃO MUNDIAL DE ESPERANTO NO BRASIL
15 – ASSOCIAÇÃO OLHOS D ÁGUA DE PROTEÇÃO AMBIENTAL
16 – ASSOCIAÇÃO PARA RECUPERAÇÃO E CONSERVAÇAÕ DO AMBIENTE
17 – BAHÁ´I – ESCRITÓRIO DE MEIO AMBIENTE E DESENVOLVIMENTO
18 – BIOCONEXÃO – INSTITUTO ECOLOGISTA DE DESENVOLVIMENTO
19 – CENTRO DE ESTUDOS E PESQUISAS DO PANTANAL, AMAZÔNIA E CERRADO
20 – CENTRO DOS DIREITOS HUMANOS
21 – CENTRO ÉTNO-ECOLÓGICO VALE DO ARAGUAIA
22 – COALIZÃO RIOS VIVOS
23 – CONFEDERAÇÃO NACIONAL DOS TRABALHADORES NA AGRICULTURA
24 – CONSELHO DE ARTICULAÇÃO DOS POVOS E ORGANIZAÇÕES INDÍGENAS DO BRASIL
25 – COOPERATIVA ECOLOGISTA VERDURA VIVA
26 – ECOFORÇA – PESQUISA E DESENVOLVIMENTO
27 – ECOLOGIA E AÇÃO – ECOA
28 – ECOPANTANAL – INSTITUTO DE ECOLOGIA E POPULAÇÕES TRADICIONAIS PALTANAL
29 – FAZENDA ESCOLA BONA ESPERO
30 – FEDERAÇÃO DE PESCADORES DO MT (FEPESCA)
31 – FÓRUM DE ONGS AMBIENTALISTAS DO DF E ENTORNO
32 – FÓRUM MATOGROSSENSE DE MEIO AMBIENTE E DESENVOLVIMENTO
33 – FÓRUM PERMANENTE DE ENTIDADES CIVIS DA CHAPADA DOS VEADEIROS / FORUM DA CHAPADA
34 – FRATERNIDADE ESPIRITUALISTA VALE DOURADO
35 – FUNDAÇÃO CENTRO BRASILEIRO DE REFERÊNCIA E APOIO CULTURAL / CEBRAC
36 – FUNDAÇÃO CIDADE DA PAZ
37 – FUNDAÇÃO FRANCISCO
38 – FUNDAÇÃO GRUPO ESQUEL BRASIL
39 – FUNDAÇÃO NEOTRÓPICA DO BRASIL
40 – FUNDAÇÃO PARA CONSERVAÇÃO DA NATUREZA DE MATO GROSSO DO SUL
41 – FUNDAÇÃO PRÓ-CERRADO
42 – FUNDAÇÃO PRÓ-NATUREZA / FUNATURA
43 – FUNDAÇÃO RIOVERDENSE DO MEIO AMBIENTE
44 – FUNDO MUNDIAL PARA A NATUREZA – WWF
45 – GRUPO AMBIENTALISTA YPÊ AMARELO – GAYA
46 – GRUPO DE TRABALHO AMAZÔNICO / GTA
47 – GRUPO INTERAGIR
48 – INSTITUTO ÂNIMA DE DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL
49 – INSTITUTO BRASIL CENTRAL
50 – INSTITUTO BRASILEIRO PARA A VIDA – IBRAV
51 – INSTITUTO CENTRO DE VIDA
52 – INSTITUTO DE ESTUDOS SÓCIO-ECONÔMICOS / INESC
53 – INSTITUTO DO TRÓPICO SUBÚMIDO
54 – INSTITUTO HUAH DO PLANALTO CENTRAL
55 – INSTITUTO PARA O DESENVOLVIMENTO AMBIENTAL – IDA
56 – INSTITUTO REPLANTAR
57 – INSTITUTO RONDON DE PLANEJAMENTO, PESQUISA E EDUCAÇÃO AMBIENTAL
58 – INSTITUTO SALMINUS DE DIRIETO AMBIENTAL
59 – INSTITUTO SOCIEDADE, POPULAÇÃO E NATUREZA / ISPN
60 – INSTITUTO SOCIOAMBIENTAL / ISA
61 – INSTITUTO SOLARION E PARQUE SANTUÁRIO SOLARION
62 – LIGA BRASILEIRA DE ESPERANTO
63 – MOVIMENTO DOS ATINGIDOS POR BARRAGENS / MAB
64 – MOVIMENTO POPULAR DE RIO VERDE
65 – NEO-MODELO SOCIO-PLÁSTICA
66 – OPERAÇÃO AMAZÔNIA NATIVA
67 – ORGANIZAÇÃO DA CIDADANIA, CULTURA E MEIO AMBIENTE (OCCA)
68 – PESQUISA E CONSERVAÇÃO DO CERRADO – PIQUI
69 – REDE BRASILEIRA DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL / REBEA
70 – REDE CERRADO
71 – REDE NACIONAL DE ORGANIZAÇÕES DA SOCIEDADE CIVIL PARA AS ENERGIAS RENOVÁVEIS (RENOVE)
72 – REDE PANTANAL
73 – REDE RIOS VIVOS
74 – SERVIÇO PAZ E JUSTIÇA
75 – SINDICATO NACIONAL DOS TRABALHADORES EM PESQUISA E DESENVOLVIMENTO AGROPECUÁRIO
76 – SOCIEDADE DOS AMIGOS DO PARQUE ECOLÓGICO NORTE
77 – UNIÃO DOS ESCOTEIROS DO BRASIL – REGIÃO DISTRITO FEDERAL
78 – UNIÃO PELA VIDA

REGIÃO NORDESTE
1 – ASSEMBLÉIA PERMANENTE DE ENTIDADES EM DEFESA DO MEIO AMBIENTE DO ESTADO DA BAHIA
2 – ASSOCIAÇÃO ALTERNATIVA TERRAZUL
3 – ASSOCIAÇÃO BAIANA PARA CONSERVAÇÃO DOS RECURSOS NATURAIS / ABCRN
4 – ASSOCIAÇÃO CULTURAL ARTE E ECOLOGIA
5 – ASSOCIAÇÃO DE DEFESA AMBIENTAL E CONTROLE DA DESERTIFICAÇÃO DE GILBUÉS / SOS GILBUÉS
6 – ASSOCIAÇÃO DE ORIENTAÇÃO ÀS COOPERATIVAS DO NORDESTE
7 – ASSOCIAÇÃO DOS AMIGOS DAS CRIANÇAS CARENTES DO MUNICÍPIO DE PORTO SEGURO
8 – ASSOCIAÇÃO DOS AMIGOS DO PARQUE SÃO BARTOLOMEU/PIRAJÁ
9 – ASSOCIAÇÃO DOS CONDUTORES DE VISITANTES DE ANDARAÍ – ACVA
10 – ASSOCIAÇÃO DOS FUNCIONÁRIOS DE BANCO DO NORDESTE/BNB / AFBNB
11 – ASSOCIAÇÃO EM ÁREAS DE ASSENTAMENTO NO ESTADO DO MARANHÃO
12 – ASSOCIAÇÃO MARANHENSE PARA A CONSERVAÇÃO DA NATUREZA – AMAVIDA
13 – ASSOCIAÇÃO MOVIMENTO PAULO JACKSON – ÉTICA, JUSTIÇA, CIDADANIA / AMPJ
14 – ASSOCIAÇÃO PARA CONSERVAÇÃO DA NATUREZA DO CARIRI
15 – ASSOCIAÇÃO PARA RECURSOS AMBIENTAIS E ARTÍSTICOS – ARUANÃ
16 – ASSOCIAÇÃO PERNAMBUCANA DE DEFESA DA NATUREZA
17 – ASSOCIAÇÃO POTIGUAR AMIGOS DA NATUREZA
18 – ASSOCIAÇÃO POTIGUAR DOS AMIGOS DA NATUREZA – ASPOAN
19 – CASA BAHIANA PARA INTEGRAÇÃO LATINOAMERICANA
20 – CENTRO DE APOIO E PESQUISA AO PESCADOR ARTESANAL DO MARANHÃO
21 – CENTRO DE ASSESSORIA APOIO TRABALHADORES E INSTITUIÇÕES NÃO GOV. ALTERNATIVAS
22 – CENTRO DE CAPACITAÇÃO ESTUDO PESQUISA CRIADORES ABELHA -FORMA COMUNITÁRIA NORD.
23 – CENTRO DE EDUCAÇÃO E CULTURA DO TRABABALHADOR RURAL
24 – CENTRO DE EDUCAÇÃO E CULTURA POPULAR
25 – CENTRO DE EDUCAÇÃO POPULAR PARA O MEIO AMBIENTE
26 – CENTRO DE ESTUDOS E PESQUISAS JOSUÉ DE CASTRO
27 – CENTRO DE ESTUDOS E PESQUISAS PARA O DESENVIMENTO DO EXTREMO SUL DA BAHIA
28 – CENTRO DE ESTUDOS SOCIOAMBIENTAIS / PANGEA
29 – CENTRO DOS DIREITOS DAS POPULAÇÕES DA REGIÃO DO CARAJÁS – FÓRUM CARAJÁS
30 – CLUBE ALEGRIA DE SERVIR
31 – CLUBE DOS AMIGOS DO VELHO MONGE
32 – CLUBE ESPELEOLOGIA DE CAICÓ
33 – COLÔNIA DE PESCADORES Z-40
34 – COMITÊ DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL DE SIMÕES FILHO
35 – ECOTEC – SOCIEDADE PARA DESENVOLVIMENTO TECNOLÓGICO
36 – ESPLAR – CENTRO DE PESQUISA E ASSESSORIA
37 – FEDERAÇÃO DE ENTIDADES AMBIENTALISTAS POTIGUARES/FEAP
38 – FEDERAÇÃO DE ÓRGÃOS PARA ASSISTÊNCIA SOCIAL E EDUCACIONAL EM ITABUNA
39 – FÓRUM ALAGOINHENSE PARA O DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL – FADES
40 – FÓRUM CEARENSE DO MEIO AMBIENTE / FCMA
41 – FÓRUM EM DEFESA DA ZONA COSTEIRA DO CEARÁ / FDZCC
42 – FUNAGUAS
43 – FUNDAÇÃO ECOLÓGICA CIDADE VERDE
44 – FUNDAÇÃO ECOLÓGICA DE PIRIPIRI
45 – FUNDAÇÃO MOVIMENTO ECOLÓGICO DO ESTADO DO PIAUÍ
46 – FUNDAÇÃO MUSEU DO HOMEM AMERICANO
47 – FUNDAÇÃO PARA PRESERVAÇÃO E ESTUDO DOS MAMÍFEROS MARINHOS
48 – FUNDAÇÃO PRÓ-TAMAR
49 – FUNDAÇÃO RIO PARNAÍBA
50 – FUNDAÇÃO TERRA MIRIM
51 – GEA
52 – GRUPO AMBIENTALISTA DA BAHIA
53 – GRUPO AMBIENTALISTA DE PALMEIRAS – GAP
54 – GRUPO AMBIENTALISTA DO VALE DO ASSU
55 – GRUPO CULTURAL BAGUNÇAÇO
56 – GRUPO DE APOIO E DE RESISTÊNCIA RURAL E AMBIENTAL
57 – GRUPO DE DEFESA AMBIENTAL – GRUDEAM
58 – GRUPO DE ENTIDADES AMBIENTALISTAS DA BAHIA / GAMBA
59 – GRUPO DE RECOMPOSIÇÃO AMBIENTAL – GERMEN – BA
60 – GRUPO DE RESISTÊNCIA AS AGRESSÕES AO MEIO AMBIENTE / GRAMA
61 – GRUPO ECOLÓGICO COPIOBA
62 – GRUPO ECOLÓGICO DAS CONTAS (GERC)
63 – GRUPO VERDE DE AGRICULTURA ALTERNATIVA
64 – INSTITUTO AMA
65 – INSTITUTO AMBIENTAL DE ESTUDOS E ASSESSORIA
66 – INSTITUTO BRASILEIRO DE AMIZADE E SOLIDARIEDADE AOS POVOS
67 – INSTITUTO DE AÇÃO AMBIENTAL DA BAHIA / IAMBA
68 – INSTITUTO DE ECOLOGIA HUMANA
69 – INSTITUTO DE ECOLOGIA SOCIAL CARNAÚBA
70 – INSTITUTO TERRAMAR DE PESQUISA E ASSESSORIA À PESCA ARTESANAL
71 – LIGA DE ENTIDADES AMBIENTALISTAS DA BAHIA
72 – MOVIMENTO ECLÉTICO CAMINHO DA RESTAURAÇÃO
73 – MOVIMENTO POPULAR ECOLÓGICO DE SERGIPE – SE
74 – MOVIMENTO PRÓ PITIMBÚ
75 – MOVIMENTO SOS NATUREZA DE LUIZ CORREIA
76 – MOVIMENTO VIVA NATAL
77 – PROGRAMA DE APLICAÇÃO DE TECNOLOGIA APROPRIADA ÀS COMUNIDADES
78 – PROJETO ONCA
79 – REDE DE ONGS DA MATA ATLÂNTICA
80 – REDE TERRA DO FUTURO
81 – SECRETARIA DAS ENTIDADES AMBIENTALISTAS DO NORDESTE
82 – SERVIÇO ALEMÃO DE COOPERAÇÃO TÉCNICA E SOCIAL
83 – SINDICATO DOS TRABALHADORES NA ELETRICIDADE – SINDELETRO
84 – SOCIEDADE AFROSERGIPANA DE ESTUDOS E CIDADANIA – SE
85 – SOCIEDADE AMBIENTAL DO CEARÁ
86 – SOCIEDADE ECOLÓGICA TIMBIRENSE IRMÃ MATHILDE
87 – SOCIEDADE MARANHENSE DE DEFESA DOS DIREITOS HUMANOS
88 – SOCIEDADE MOVIMENTO TREM DE FERRO
89 – SOCIEDADE PARA O BEM-ESTAR DA FAMILIA
90 – SOCIEDADE TERRA VIVA / STVBRASIL
91 – SOS CORPO – GÊNERO E CIDADANIA
92 – TERRA VIVA – CENTRO DE DESENVOLVIMENTO AGROECOLÓGICO DO EXTREMO SUL DA BAHIA – BA

REGIÃO NORTE
1 – ALTERNATIVAS PARA A PEQUENA AGRICULTURA NO TOCANTINS
2 – AMBIENTALISTA DA AMAZÔNIA – ARGONAUTAS
3 – ANCHIETA – SISTEMA INTEGRADO DE EDUCAÇÃO
4 – ASSOCIAÇÃO AMBIENTALISTA DA AMAZÔNIA – ARGONAUTAS
5 – ASSOCIAÇÃO BRASIL SUSTENTÁVEL (ABRASUS)
6 – ASSOCIAÇÃO COMUNITÁRIA DOS PEQUENOS AGRICULTORES DO MUNICÍPIO DE ÓBIDOS
7 – ASSOCIAÇÃO CULTURAL CAMINHO DE VIDA – COMVIDA
8 – ASSOCIAÇÃO DE CONSERVAÇÃO DO MEIO AMBIENTE E PRODUÇÃO INTEGRADA DE ALIMENTOS DA AMAZÔNIA /GAIA
9 – ASSOCIAÇÃO DE DEFESA ETNOAMBIENTAL KANINDÉ
10 – ASSOCIAÇÃO DE ECOLOGIA E DESENVOLVIMENTO DA AMAZÔNIA MATOGROSSENSE / ECODAM
11 – ASSOCIAÇÃO DE SILVES PELA PRESERVAÇÃO AMBIENTAL E CULTURAL
12 – ASSOCIAÇÃO DOS PEQUENOS PRODUTORES DO PROJETO RECA
13 – ASSOCIAÇÃO DOS PRODUTORES ALTERNATIVOS
14 – ASSOCIAÇÃO DOS PRODUTORES RURAIS DA COLÔNIA TEPEQUEM
15 – ASSOCIAÇÃO DOS PRODUTORES RURAIS DE APIAU/APRA
16 – ASSOCIAÇÃO DOS PRODUTORES RURAIS UNIDOS DA COLÔNIA DO TRAIRÃO
17 – ASSOCIAÇÃO DOS TRABALHADORES RURAIS DO VALE DO CORDA
18 – ASSOCIAÇÃO NOVAS PROPOSTAS PARA A AGROECOLOGIA – GTNA
19 – ASSOCIAÇÃO S0S AMAZÔNIA
20 – CENTRO DE DIREITOS HUMANOS DE PALMAS / CDHP
21 – CENTRO DE EDUCAÇÃO, PESQUISA E ASSESSORIA SINDICAL E POPULAR
22 – CENTRO DE ESTUDOS AVANÇADOS E PROMOÇÃO SOCIAL/PROJETO SAÚDE ALEGRIA
23 – CENTRO DE ESTUDOS E PRÁTICAS DE ENSINO POPULAR/CEPEPO
24 – CENTRO DE REFERÊNCIA EM EDUCAÇÃO AMBIENTAL ESCOLA BOSQUE PROF. EIDORFE MOREIRA
25 – CENTRO DE TRABALHADORES DA AMAZÔNIA – CTA
26 – CENTRO DOS TRABALHADORES DA AMAZÔNIA
27 – COLÔNIA DE PESCADORES Z-40
28 – COMISSÃO PRÓ-ÍNDIO DO ACRE
29 – CONGRESSO INTERNACIONAL ISRAELITA DE SOCIOSFERA DA AMAZÔNIA – CISA
30 – CONSELHO GERAL DA TRIBO SATERE-MAUÉ
31 – CONSELHO INDÍGENA DE RORAIMA
32 – CONSELHO INDÍGENA DO VALE DO JAVARI
33 – COOPERATIVA AGROEXTRATIVISTA DOS TRABALHADORES RURAIS
34 – COOPERATIVA MISTA EXTRATIVISTA VEGETAL DOS AGRICULTORES DO LARANJAL DO JARI
35 – COORDENAÇÃO DAS ORGANIZAÇÕES INDÍGENAS DA AMAZÔNIA BRASILEIRA
36 – ECOPORÉ – AÇÃO ECOLÓGICA VALE DO GUAPORÉ
37 – FEDERAÇÃO DOS ÓRGÃOS PARA ASSISTÊNCIA SOCIAL E EDUCACIONAL / FASE
38 – FÓRUM AMBIENTALISTA DA AMAZÔNIA ORIENTAL – FAOR
39 – FÓRUM DE DEBATES DA AMAZÔNIA ORIENTAL
40 – FÓRUM PERMANENTE DE DEBATES DA AMAZÔNIA
41 – FUNDAÇÃO ECOLÓGICA SOS VALE DO GUAPORÉ
42 – FUNDAÇÃO OÁSIS CIDADE ABERTA / FOCA
43 – FUNDAÇÃO VITÓRIA AMAZÔNICA / FVA
44 – FUNDAÇÃO VIVER PRODUZIR E PRESERVAR – FVPP
45 – GAIA
46 – GRUPO AÇÃO ECOLÓGICA NOVOS CURUPIRAS
47 – GRUPO DE DEFESA DA AMAZÔNIA
48 – GRUPO ECOLÓGICO DO XINGU
49 – INSTITUTO DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL E CAPACITAÇÃO COMUNITÁRIA E EMPRESARIAL DO AMAPÁ
50 – INSTITUTO DE PESQUISA AMBIENTAL DA AMAZÔNIA / IPAM
51 – INSTITUTO DE PESQUISA E DESENVOLVIMENTO AMAZÔNICO / IPDA
52 – INSTITUTO DO HOMEM E DO MEIO AMBIENTE DA AMAZÔNIA / IMAZON
53 – INTEGRADA ALIMENTOS AMAZÔNIA
54 – MOVIMENTO DE APOIO À RESISTÊNCIA WAIMIRI ATROARI
55 – MOVIMENTO DE EDUCAÇÃO DE BASE
56 – MOVIMENTO NACIONAL DOS PESCADORES
57 – MOVIMENTO NACIONAL DOS PESCADORES – MONAPE
58 – MOVIMENTO PELA SOBREVIVÊNCIA NA TRANSAMAZÔNICA
59 – MOVIMENTO PELO DESENVOLVIMENTO NA TRANSAMAZÔNICA E XINGU
60 – NÚCLEO DE AÇÃO PARA O DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL POEMAR
61 – PESACRE
62 – REDE DE ENTIDADES AMBIENTALISTAS DA AMAZÕNIA ORIENTAL
63 – SINDICATO DOS TRABALHADORES EM EMPRESAS DE TELECOMUNICAÇÕES E OPERADORES MESAS
64 – SINDICATO DOS TRABALHADORES RURAIS DE ALVARÃES
65 – SOCIEDADE AMAPAENSE PARA A NATUREZA E SOLIDARIEDADE – SANS
66 – SOCIEDADE DE PRESERVAÇÃO AOS RECURSOS NATURAIS E CULTURAIS DA AMAZÔNIA
67 – SOS AMAZÔNIA

 

REGIÃO SUDESTE

 

1 – ABELHEIROS – MOVIMENTO DE PROTEÇÃO A NATUREZA / MPN
2 – AÇÃO ECOLÓGICA ALQUIMIA
3 – ACTION AID BRASIL
4 – AGÊNCIA BRASILEIRA PARA O DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL
5 – ALIANÇA PARA A CONSERVAÇÃO DA MATA ATLÂNTICA
6 – ANIMAÇÃO PASTORAL E SOCIAL NO MEIO RURAL
7 – ARARAQUARA VIVA
8 – ASAMMOR
9 – ASSEMBLÉIA PERMANENTE DE ENTIDADES DE DEFESA DO MEIO AMBIENTE DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO – APEDEMA
10 – ASSESORIA E SERVIÇOS A PROJETOS EM AGRICULTURA ALTERNATIVA
11 – ASSOCIAÇÃO AMIGOS DO MEIO AMBIENTE
12 – ASSOCIAÇÃO BENEFICIENTE DE AMURT
13 – ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE DEFESA ECOLÓGICA – ABRADE
14 – ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE ECOLOGIA
15 – ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE ENGENHARIA SANITÁRIA E AMBIENTAL DE MINAS GERAIS
16 – ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE EXPOSTOS AO AMIANTO – ABREA
17 – ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE OCEANOGRAFIA
18 – ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DOS USUÁRIOS DE FITOTERAPIA E DOS EDUCADORES P/ A PRESERVAÇÃO DO MEIO AMBIENTE – AFITEMA
19 – ASSOCIAÇÃO COLATINENSE DE DEFESA ECOLÓGICA
20 – ASSOCIAÇÃO CULTURAL CACHUERA
21 – ASSOCIAÇÃO CULTURAL E ECOLÓGICA PAU BRASIL
22 – ASSOCIAÇÃO DA JUVENTUDE ECOLÓGICA
23 – ASSOCIAÇÃO DE AGRICULTURA ORGÂNICA
24 – ASSOCIAÇÃO DE COMBATE AOS POLUENTES (ACPO)
25 – ASSOCIAÇÃO DE DEFESA DO MEIO AMBIENTE DE AVARÉ
26 – ASSOCIAÇÃO DE DEFESA ECOLÓGICA DE RESPLENDOR
27 – ASSOCIAÇÃO DE EX-ALUNOS DO INSTITUTO METODISTA DE ENSINO SUPERIOR
28 – ASSOCIAÇÃO DE FORMAÇÃO SOCIAL, CULTURAL E AMBIENTAL DE BARRETO
29 – ASSOCIAÇÃO DE MORADORES DA LAURO MULLER E ADJACÊNCIAS / ALMA
30 – ASSOCIAÇÃO DE MORADORES DA VILA BRAGANÇA E ADJACENTES / ECOVILA
31 – ASSOCIAÇÃO DE MORADORES E AMIGOS DE MAMANGUÁ
32 – ASSOCIAÇÃO DE MULHERES DO CONJUNTO RESIDENCIAL HUMAITÁ
33 – ASSOCIAÇÃO DE PREVENÇÃO E COMBATE À LESÃO POR ESFORÇOS REPETITIVOS DE SÃO PAULO
34 – ASSOCIAÇÃO DE PROGRAMAS EM TECNOLOGIAS ALTERNATIVAS
35 – ASSOCIAÇÃO DE SERVIÇOS AMBIENTAIS (ASA)
36 – ASSOCIAÇÃO DO PATRIMÔNIO HISTÓRICO, ARTÍSTICO E AMBIENTAL DE BELO VALE
37 – ASSOCIAÇÃO DOS COMISSÁRIOS DA VARIG
38 – ASSOCIAÇÃO DOS ENGENHEIROS AGRÔNOMOS DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO
39 – ASSOCIAÇÃO DOS EXPOSTOS E INTOXICADOS POR MERCÚRIO METÁLICO
40 – ASSOCIAÇÃO DOS MORADORES E AMIGOS DO RIO DO OURO
41 – ASSOCIAÇÃO DOS PESCADORES AMIGOS DO VELHO CHICO
42 – ASSOCIAÇÃO DOS SERVIDORES DA FUNDAÇÃO DOS SERVIDORES DE SAÚDE PÚBLICA
43 – ASSOCIAÇÃO ECOCIDADE
44 – ASSOCIAÇÃO ECOLÓGICA REGIONAL DE PRESIDENTE PRUDENTE
45 – ASSOCIAÇÃO ECOLÓGICA VERTENTE (VERTENTE)
46 – ASSOCIAÇÃO ECOLÓGICO-CULTURAL PAZ VERDE
47 – ASSOCIAÇÃO EM DEFESA DA JURÉIA
48 – ASSOCIAÇÃO EM DEFESA DA QUALIDADE DE VIDA, DO MEIO AMBIENTE E DO PATRIMÔNIO HISTÓRICO, CULTURAL E ARTÍSTICO BICUDA ECOLÓGICA
49 – ASSOCIAÇÃO GLOBAL DE DESENVOLVIMENTO AMBIENTAL
50 – ASSOCIAÇÃO ITUANA DE PROTEÇÃO AMBIENTAL
51 – ASSOCIAÇÃO MÉDICA HOMEOPÁTICA DO ESTADO DE SÃO PAULO
52 – ASSOCIAÇÃO MINEIRA DE DEFESA DO AMBIENTE / AMDA
53 – ASSOCIAÇÃO MUNDIAL DE ECOLOGIA
54 – ASSOCIAÇÃO NACIONAL DO SOLO URBANO
55 – ASSOCIAÇÃO NASCENTES DAS ÁGUAS PURAS / ANAP
56 – ASSOCIAÇÃO PARA A CONSERVAÇÃO DOS CARNÍVOROS NEOTROPICAIS
57 – ASSOCIAÇÃO PARA PROTEÇÃO AMBIENTAL DE SÃO CARLOS
58 – ASSOCIAÇÃO PINHALENSE DE CULTURA E MEIO AMBIENTE
59 – ASSOCIAÇÃO PRÓ BOCAINA
60 – ASSOCIAÇÃO PRÓ-PARQUE NACINAL DO ITATIAIA
61 – ASSOCIAÇÃO PROJETO CRIANÇA
62 – ASSOCIAÇÃO PROJETO RODA VIVA
63 – ASSOCIAÇÃO PROTETORA DOS ANIMAIS DE NOVA FRIBURGO
64 – ASSOCIAÇÃO SOS BARTIRA
65 – ATOBÁ – MOVIMENTO DE EMANCIPAÇÃO HOMOSSEXUAL
66 – CEMINA – CENTRO DE PROJETOS DA MULHER
67 – CENTRAL ÚNICA DOS TRABALHADORES – COMISSÃO NACIONAL DE MEIO AMBIENTE
68 – CENTRO ACADÊMICO LUIZ DE QUEIROZ
69 – CENTRO ACADÊMICO XI DE AGOSTO
70 – CENTRO BRASILEIRO DE COOPERAÇÃO E INTERCÂMBIO DE SERVIÇOS SOCIAIS
71 – CENTRO DE AGRICULTURA ALTERNATIVA DO NORTE DE MINAS
72 – CENTRO DE AMIGOS DA NATUREZA
73 – CENTRO DE ASSISTÊNCIA TÉCNICA
74 – CENTRO DE DEFESA DA GUARATIBA
75 – CENTRO DE DEFESA DOS DIREITOS HUMANOS DE PETRÓPOLIS /CDDH
76 – CENTRO DE DESENVOLVIMENTO DA INTUIÇÃO E CRIATIVIDADE
77 – CENTRO DE DESENVOLVIMENTO DO VALE DO PARANAPANEMA
78 – CENTRO DE EDUCAÇÃO E ASSESSORIA POPULAR
79 – CENTRO DE ESTUDOS DE CULTURA CONTEMPORÂNEA
80 – CENTRO DE ESTUDOS E APOIO AO DESENVOLVIMENTO EMPREGO E CIDADANIA (CEADEC)
81 – CENTRO DE ORIENTAÇÃO AMBIENTAL TERRA INTEGRADA
82 – CENTRO DE TECNOLOGIAS ALTERNATIVAS DA ZONA DA MATA
83 – CENTRO DE TROCA DE INFORMAÇÕES TRANSNACIONAIS / TIE
84 – CENTRO EXCURSIONISTA FRIBURGUENSE
85 – CENTRO NORTE FLUMINENSE PARA A CONSERVAÇÃO DA NATUREZA
86 – CENTRO SOCIAL E CULTURAL DE OLINDA (CESCO)
87 – COLÔNIA DE SERRA Z7 DE IGUAPE VEIGA DE ALMEIDA
88 – COMISSÃO DE DIREITO AMBIENTAL DA ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL-SECÇÃO
89 – COMISSÃO DE MEIO AMBIENTE – ORDEM ADVOGADOS BRASIL – SECÇÃO
90 – COMISSÃO PRÓ-ÍNDIO DE SÃO PAULO
91 – CONFEDERAÇÃO NACIONAL DOS TRABALHADORES DO SETOR MINERAL
92 – CONSELHO COMUNITÁRIO DE SAÚDE
93 – CONSELHO MUNICIPAL DO MEIO AMBIENTE E DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL DE SÃO PAULO
94 – CONSELHO REGIONAL ACOMPANHAMENTO FISCALIZAÇÃO AMBIENTAL ENERGIA NUCLEAR
95 – CONTATO AGÊNCIA AQUARIANA
96 – COOPA-ROCA – COOPERATIVA DE TRABALHO ARTESANAL E DE COSTURA DA ROCINHA
97 – CRESCENTE FÉRTIL PROJETOS AMBIENTAIS, CULTURAIS E DE COMUNICAÇÃO
98 – DEPARTAMENTO INTERSINDICAL DE ESTUDOS E PESQUISAS DE SAÚDE E AMBIENTES TRABALHO
99 – EKIP NATURAMA
100 – ENTIDADE AMBIENTALISTA ONDA VERDE
101 – ESPAÇO FORMAÇÃO ASSESSORIA E DOCUMENTAÇÃO
102 – ESPIRAL ECOLOGIA E DESENVOLVIMENTO
103 – ESTAÇÃO ECOLÓGICA ERMITAGE
104 – FEDERAÇÃO DAS BANDEIRANTES DO BRASIL
105 – FEDERAÇÃO DE ÓRGÃOS PARA ASSISTÊNCIA SOCIAL E EDUCACIONAL / FASE
106 – FEDERAÇÃO INTERESTADUAL DE SINDICATOS DE ENGENHEIROS
107 – FEDERAÇÃO NACIONAL DOS TRABALHADORES NAS INDÚSTRIAS URBANAS
108 – FUNDAÇÃO BHAKTIVEDANTA – DEPARTAMENTODE EDUCAÇÃO E PROTEÇÃO AMBIENTAL
109 – FUNDAÇÃO BIODIVERSITAS
110 – FUNDAÇÃO BRASILEIRA PARA A CONSERVAÇÃO DA NATUREZA
111 – FUNDAÇÃO CULTURAL AVATAR
112 – FUNDAÇÃO MATUTU – EDUCAÇÃO E CONSERVAÇÃO AMBIENTAL
113 – FUNDAÇÃO MUSEU DE HISTÓRIA, PESQUISA E ARQUEOLOGIA DO MAR
114 – FUNDAÇÃO NACIONAL DO TROPEIRISMO
115 – FUNDAÇÃO NATUREZA
116 – FUNDAÇÃO ONDA AZUL
117 – FUNDAÇÃO SOS MATA ATLÂNTICA
118 – FUNDO BRASILEIRO PARA A BIODIVERSIDADE
119 – GELEDES INSTITUTO DA MULHER NEGRA
120 – GREENPEACE
121 – GRUPO AÇÃO ECOLOGICO
122 – GRUPO DE AÇÃO VERDE
123 – GRUPO DE APLICAÇÃO INTERDISCIPLINAR À APRENDIZAGEM
124 – GRUPO DE DEFESA ECOLÓGOCA / GRUDE
125 – GRUPO DE ESTUDOS ECOLÓGICOS E CONTROLE AMBIENTAL
126 – GRUPO DE ESTUDOS EM EDUCAÇÃO E MEIO AMBIENTE – GEEMA
127 – GRUPO DE ESTUDOS EM TEMÁTICAS AMBIENTAIS / GESTA – UFMG
128 – GRUPO DE ESTUDOS INTERDISCIPLINARES DA CULTURA
129 – GRUPO DE ESTUDOS RAMAKRISHNA VEDANTA – RIO DE JANEIRO
130 – GRUPO DE MÃES AMIGA DO PEITO
131 – GRUPO ECOLÓGICO ÁGUA
132 – GRUPO ECOLÓGICO CANECO VERDE / CLUBE DOS AMIGOS DA NATUREZA E DA ECOLOGIA
133 – GRUPO ECOLÓGICO NATUREZA ATIVA
134 – GRUPO ECOLÓGICO SUMARÉ
135 – GRUPO ECOLÓGICO VIDA
136 – GRUPO PÉ NA TERRA
137 – GRUPO PRÓ-TUPÃ
138 – INSTITUTO AMBIENTAL VIDÁGUA
139 – INSTITUTO BAÍA DE GUANABARA
140 – INSTITUTO BRASIL PNUMA
141 – INSTITUTO BRASILEIRO DE ANÁLISES SOCIAIS E ECONÔMICAS
142 – INSTITUTO BRASILEIRO DE DEFESA DO CONSUMIDOR – IDEC
143 – INSTITUTO BRASILEIRO DE PESQUISA E ESTUDOS AMBIENTAIS PRÓ-NATURA
144 – INSTITUTO CULTURAL E ECOLÓGICO LAGOA VIVA (ICELV)
145 – INSTITUTO DE ANÁLISES SOBRE O DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO-SOCIAL
146 – INSTITUTO DE ANTROPOLOGIA E MEIO AMBIENTE
147 – INSTITUTO DE DEFESA DO CONSUMIDOR – IDEC
148 – INSTITUTO DE DESENVOLVIMENTO E AÇÃO COMUNITÁRIA
149 – INSTITUTO DE DESENVOLVIMENTO E DE GERENCIAMENTO / IMAH
150 – INSTITUTO DE ESTUDOS DA RELIGIÃO /ISER
151 – INSTITUTO DE MANEJO E CERTIFICAÇÃO FLORESTAL E AGRÍCOLA / IMAFLORA
152 – INSTITUTO DE PESQUISAS DA MATA ATLÂNTICA (IPEMA)
153 – INSTITUTO DE PESQUISAS ECOLÓGICAS
154 – INSTITUTO DE PESQUISAS ECOLÓGICAS HUMANA / IPEH
155 – INSTITUTO ECOAR PARA A CIDADANIA
156 – INSTITUTO GRANDE SERTÃO (IGS)
157 – INSTITUTO HOMEOPÁTICO FRANÇOIS LAMASSON
158 – INSTITUTO IPANEMA
159 – INSTITUTO NACIONAL DE INTERCÂMBIO SOCIAL (INIS)
160 – INSTITUTO NACIONAL DE SAÚDE NO TRABALHO
161 – INSTITUTO PAULISTA DE ECOLOGIA HUMANA
162 – INSTITUTO PAULO FREIRE
163 – INSTITUTO POLÍTICAS ALTERNATIVAS P/ CONE SUL – PACS
164 – INSTITUTO REDE BRASILEIRA AGROFLORESTAL
165 – INSTITUTO SERRA DO JAPI
166 – INSTITUTO SOCIOAMBIENTAL DA BAHÍA DA ILHA GRANDE (ISABI)
167 – INSTITUTO SUL-AMERICANO DE DESENVOLVIMENTO APLICADO (I.S.)
168 – INSTITUTO TECNOLOGIA PARA O CIDADÃO
169 – INSTITUTO TERRA
170 – INSTITUTO TERRA DE PRESERVAÇÃO AMBIENTAL / INSTITUTO TERRA
171 – INTERNATIONAL RIVERS NETWORK
172 – IPÁ TI-UÁ VIVÊNCIA AMBIENTAL
173 – ISAN COSMÉTICOS
174 – ITEREÍ – REFÚGIO PARTICULAR DE FAUNA E FLORA
175 – LABORATÓRIO DE ESTUDOS DE CIDADANIA, TERRITORIALIDADE E AMBIENTE
176 – LIGA DE PREVENÇÃO DA CRUELDADE CONTRA O ANIMAL
177 – LIGA FEMININA ISRAELITA DO BRASIL
178 – LIGA PELA ECOLOGIA HUMANA
179 – MONGUE PROTEÇÃO AO SISTEMA COSTEIRO (MONGE)
180 – MOOCA VERDE
181 – MOVIMENTO BOTUCATUENSE VIDA
182 – MOVIMENTO CONTRA TERMELÉTRICAS
183 – MOVIMENTO DE ECOLOGIA SOCIAL – OS VERDES
184 – MOVIMENTO DE EMANCIPAÇÃO HOMOSSEXUAL – GRUPO ATOBÁ
185 – MOVIMENTO DE PROTEÇÃO E RECUPERAÇÃO DA FAUNA E FLORA – FAUFLORA
186 – MOVIMENTO DE RESISTÊNCIA ECOLÓGICA
187 – MOVIMENTO DOS ATINGIDOS POR BARRAGENS / ASSOCIAÇÃO NACIONAL ATINGIDOS BARRAGENS
188 – MOVIMENTO ECOLÓGICO E PACIFISTA PRÓ RIOS E MARES
189 – MOVIMENTO ECOSOCIALISTA URBANO
190 – MOVIMENTO EM DEFESA DA VIDA DO GRANDE ABC
191 – MOVIMENTO EM DEFESA DE UBATUBA
192 – MOVIMENTO PRÓ-PARANAPIACABA
193 – NÚCLEO DE CONSCIÊNCIA NEGRA
194 – NÚCLEO DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL À DISTÂNCIA – NEAD
195 – NÚCLEO DE ESTUDANTES DE DIREITO AMBIENTAL DE JUNDIAÍ – NEDAJ
196 – NÚCLEO DE ESTUDOS AMBIENTAIS – PROTETORES DA FLORESTA
197 – NÚCLEO DE ESTUDOS CONTEMPORÂNEOS
198 – NÚCLEO DE ESTUDOS E PESQUISAS AMBIENTAIS
199 – NÚCLEO DE INFORMAÇÃO E ESTUDOS PARA GESTÃO AMBIENTAL
200 – NÚCLEO DE INFORMAÇÃO EM SAÚDE AMBIENTAL
201 – NÚCLEO DE MEIO AMBIENTE, CIÊNCIA E TECNOLOGIA
202 – NÚCLEO DE PESQUISA E ESTUDOS HISTÓRICOS
203 – O RIO GRANDE
204 – ONG 4 CANTOS DO MUNDO
205 – ONG COLETA SELETIVA PEDRA SOBRE PEDRA (PSP)
206 – ORGANIZAÇÃO BIO-BRAS (OBB)
207 – ORGANIZAÇÃO NACIONAL DE DEFESA AMBIENTAL
208 – ORGANIZAÇÃO PARA DIREITOS HUMANOS E CIDADANIA (HUMANITAS)
209 – PACS INSTITUTO POLÍTICAS ALTERNATIVAS PARA O CONE SUL
210 – PEACE CHILD INTERNACIONAL / PCI
211 – PÓLIS INSTITUTO DE ESTUDOS, FORMAÇÃO E ASSESSORIA EM POLÍTICAS SOCIAIS
212 – PROGRAMA DA TERRA (PROTER)
213 – PROJETO BRASIL SUSTENTÁVEL E DEMOCRÁTICO / BSD
214 – PROJETO CULTURAL SÃO SEBASTIÃO TEM ALMA
215 – PROJETO ITATUBA, HOMO, FAUNA, FLORA AGROPASTORIL LTDA.
216 – PROJETO MANOELZÃO
217 – REDE DE DEFESA DA ESPÉCIE HUMANA
218 – REDE DE INTERCÂMBIO DE TECNOLOGIAS ALTERNATIVAS
219 – REDE DE ONGS PARA MUDANÇA DE CLIMA / REDE CLIMA BRASIL
220 – REDE INTERNACIONAL EM DEFESA DO DIREITO DE AMAMENTAR / IBFAN-RIO
221 – REDE MULHER DE EDUCAÇÃO
222 – SECRETARIA MUNICIPAL DO VERDE E MEIO AMBIENTE
223 – SERVIÇO AÉREO E TERRESTRE DE SALVAMENTO E PROTEÇÃO ECOLÓGICA
224 – SERVIÇO DE ECOLOGIA DA CONFEDERAÇÃO NACIONAL DOS BISPOS DO BRASIL /CNBB
225 – SERVIÇO OSTENSIVO SALVAMENTO DE ABELHAS
226 – SINDICATO DOS DELEGADOS DE POLÍCIA DO ESTADO DE SÃO PAULO
227 – SINDICATO DOS ENGENHEIROS NO ESTADO DE SÃO PAULO
228 – SINDICATO DOS ENGENHEIROS NO ESTADO DO RIO DE JANEIRO
229 – SINDICATO DOS SOCIÓLOGOS DO ESTADO DE SÃO PAULO
230 – SINDICATO DOS TRABALHADORES DE PROCESSAMENTO DE DADOS DO ESTADO DE SÃO PAULO
231 – SINDICATO DOS TRABALHADORES EM ÁGUA, ESGOTO E MEIO AMBIENTE DE SÃO PAULO
232 – SINDICATO DOS TRABALHADORES INDÚSTRIAS PROSPECÇÃO, PESQUISA EXTRAÇÃO MINÉRIOS
233 – SINDICATO DOS TRABALHADORES PETROLEIROS / SINDIPETROS
234 – SINDICATO NACIONAL DOS AERONAUTAS
235 – SOCIEDADE AMIGOS DA NATUREZA
236 – SOCIEDADE AMIGOS DE SANTA CLARA, VARGEM GRANDE CAGUASSU E VIZINHANÇAS SERRA JAPI
237 – SOCIEDADE ANGRENSE DE PROTEÇÃO ECOLÓGICA
238 – SOCIEDADE BRASILEIRA DE ESPELEOLOGIA
239 – SOCIEDADE BRASILEIRA DOS OSTOMIZADOS
240 – SOCIEDADE CIVIL BENEFICIENTE DE PROTEÇÃO AOS ANIMAIS „QUINTAL DE SÃO FRANCISCO“
241 – SOCIEDADE COMUNITÁRIA SANTA MÔNICA
242 – SOCIEDADE DE ECOLOGIA DE ITANHAÉM
243 – SOCIEDADE DO SOL
244 – SOCIEDADE ECOLÓGICA AMIGOS DE EMBU
245 – SOCIEDADE ECOLÓGICA DE OSASCO
246 – SOCIEDADE ECOLÓGICA PARA RECUPERAÇÃO DA NATUREZA
247 – SOCIEDADE MATA VIVA
248 – SOCIEDADE PARA A DEFESA DO MEIO AMBIENTE DE PIRACICABA
249 – SOS MANANCIAL DO RIO COTIA
250 – SOS PRAIAS E DESENVOLVIMENTO SUSTENTADO
251 – TERRAE (TERRAE)
252 – UNIÃO BRASILEIRA DOS ESTUDANTES SECUNDARISTAS
253 – UNIÃO DE MULHERES DE SÃO PAULO
254 – UNIÃO INTERNACIONAL PROTEÇÃO DOS ANIMAIS
255 – UNIÃO PAULISTA DOS ESTUDANTES SECUNDARISTAS
256 – VALE VERDE – ASSOCIAÇÃO DE DEFESA DO MEIO AMBIENTE
257 – VISÃO MUNDIAL
258 – VITAE CIVILIS – INSTITUTO PARA O DESENVOLVIMENTO, MEIO AMBIENTE E PAZ

REGIÃO SUL
1 – AÇÃO DEMOCRÁTICA FEMININA GAÚCHA/AMIGOS DA TERRA-BRASIL
2 – APRENDER
3 – ASSOCIAÇÃO AMBIENTALISTA BANDEIRA VERDE
4 – ASSOCIAÇÃO AMIGOS DO MEIO AMBIENTE
5 – ASSOCIAÇÃO BENTO-GONÇALVENSE DE PROTEÇÃO AO AMBIENTE NATURAL
6 – ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA MULTIPROFISSIONAL DE PROTEÇÃO À INFÂNCIA E ADOLESCÊNCIA
7 – ASSOCIAÇÃO CAETÉ: CULTURA E NATUREZA
8 – ASSOCIAÇÃO DAS FAMÍLIAS DOS TRABALHADORES RURAIS DE PINHÃO
9 – ASSOCIAÇÃO DE AGRICULTURA ORGÂNICA DO PARANÁ
10 – ASSOCIAÇÃO DE DEFESA DA VIDA E DA NATUREZA DO VALE DO RIO URUGUAI
11 – ASSOCIAÇÃO DE DEFESA DO MEIO AMBIENTE DE ARAUCÁRIA/AMAR
12 – ASSOCIAÇÃO DE DEFESA E EDUCAÇÃO AMBIENTAL DE CASCÁVEL
13 – ASSOCIAÇÃO DE DEFESA E EDUCAÇÃO AMBIENTAL DE FOZ DO IGUAÇU
14 – ASSOCIAÇÃO DE ESTUDOS, ORIENTAÇÃO E ASSISTÊNCIA RURAL
15 – ASSOCIAÇÃO DE PRESERVAÇÃO DO MEIO AMBIENTE DO ALTO VALE DO ITAJÁ – APREMAVI
16 – ASSOCIAÇÃO DE PRESERVAÇÃO E EQUILÍBRIO DO MEIO AMBIENTE DE SANTA CATARINA
17 – ASSOCIAÇÃO DE PROTEÇÂO DO MEIO AMBIENTE DE CIANORTE
18 – ASSOCIAÇÃO DOS AMIGOS DA NATUREZA
19 – ASSOCIAÇÃO DOS BIOLÓGICOS DE CONCÓRDIA
20 – ASSOCIAÇÃO ECOLÓGICA CANELA – ASSECAN
21 – ASSOCIAÇÃO GAÚCHA DE PROTEÇÃO AO AMBIENTE NATURAL / AGAPAN
22 – ASSOCIAÇÃO LIVRE PARA GERENCIAMENTO AMBIENTAL
23 – ASSOCIAÇÃO MOVIMENTO ECOLÓGICO TUBARONENSE
24 – ASSOCIAÇÃO PARANAENSE DE PROTEÇÃO E MELHORIA AO MEIO AMBIENTE
25 – ASSOCIAÇÃO VIANEI DE COOPERAÇÃO E INTERCÂMBIO TRABALHO, EDUCAÇÃO, CULTURA SAÚDE
26 – ASSOCIAÇÃO XAMÁ
27 – CENTRO DE DIREITOS HUMANOS DO ALTO VALE DO ITAJAÍ
28 – CENTRO DE ESTUDOS AMBIENTAIS
29 – CENTRO DE ESTUDOS, DEFESA E EDUCAÇÃO AMBIENTAL
30 – CENTRO DE PESQUISA E AÇÕES EM DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL – CEPAS
31 – CENTRO PEDAGÓGICCO DE RETERRITORIALIZAÇÃO E CIDADANIA NEGRA – GRIÔ
32 – DIREITOS HUMANOS PARA A PAZ – SOCIEDADE DHPAZ
33 – ECO FORÇA
34 – FEDERAÇÃO BRASILEIRA DE PLANTIO DIRETO NA PALHA
35 – FORÇA, AÇÃO E DEFESA AMBIENTAL
36 – FÓRUM DAS ENTIDADES AMBIENTALISTAS DA REGIÃO METROPOLITANA DE CURITIBA
37 – FÓRUM HABITAT PARANÁ E SANTA CATARINA
38 – FUNDAÇÃO ÂNGELO CRETA DE EDUCAÇÃO AMBIENTAL
39 – FUNDAÇÃO GAIA
40 – FUNDAÇÃO P/ O DESENVOLVIMENTO ECOLÓGICO SUSTENTÁVEL – ECOFUND
41 – FUNDAÇÃO PARA O DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO RURAL DA REGIÃO REGIÃO CENTRO OESTE DO PARANÁ
42 – FUNDAÇÃO SOS EUTERPE EDULIS
43 – GRUPO ECOLÓGICO ARINDIANA JONES – EMOÇÕES E TURISMO
44 – GRUPO ECOLÓGICO DOS CAMPOS GERAIS
45 – GRUPO ECOLÓGICO PELA NATUREZA
46 – GRUPO ECOLÓGICO VIDA VERDE DE CORNELIO PROCÓPIO
47 – GRUPO PAU CAMPECHE
48 – INSTITUTO BIOFILIA (BIOFILIA)
49 – INSTITUTO DE ESTUDOS AMBIENTAIS – MATER NATURA
50 – INSTITUTO DOS ADVOGADOS BRASILEIROS – COMISSÃO PERMANENTE DE DIREITO AMBIENTAL
51 – INSTITUTO ECOPLAN
52 – INSTITUTO GAÚCHO DE ESTUDOS AMBIENTAIS (INGA)
53 – INSTITUTO PATULUS
54 – INSTITUTO SOCIOAMBIENTAL DE DESENVOLVIMENTO INTEGRADO DE IPIRANGA / ISADI
55 – INSTITUTO SOCIOAMBIENTAL DE DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL / ISADI
56 – INSTITUTO VERDE VIDA DE DESENVOLVIMENTO RURAL
57 – LIGA AMBIENTAL
58 – MOVIMENTO ECOLÓGICO DE INCENTIVO À LIMPEZA E HIGIENE AMBIENTAL
59 – MOVIMENTO ECOLÓGICO LIVRE URIHI
60 – MOVIMENTO ROESSLER PARA DEFESA AMBIENTAL
61 – MOVIMENTO SOCIAL CATADORAS MATERIAIS RECICLÁVEIS/ ASSOCIAÇÃO MULHERES PAPELEIRAS
62 – NÚCLEO AMIGOS DA TERRA
63 – PANGEA ASSOCIAÇÃO AMBIENTALISTA INTERNACIONAL
64 – PESTICIDES ACTION NETWORK BRASIL
65 – SINDICATO DOS TRABALHADORES INDÚSTRIA PANIFICAÇÃO, LATICÍNIOS, CHOCOLATE
66 – SINDICATO ESTADUAL DOS SERVIDORES PÚBLICOS DA AGRICULTURA, MEIO AMBIENTE, FUNDEPAR & AFINS (SINDI/SEAB-PR)
67 – SOCIEDADE AMIGOS DA AMAZÔNIA BRASILEIRA
68 – SOCIEDADE DE PESQUISA EM VIDA SELVAGEM E EDUCAÇÃO AMBIENTAL
69 – SOCIEDADE DE PRESERVAÇÃO AMBIENTAL MOVIMENTO ECOLÓGICO AMIGOS DO CAMBUÍ
70 – SOCIEDADE DOS AMIGOS DA AMAZÔNIA BRASILEIRA/SAMBRAS
71 – SOCIEDADE ECOLÓGICA E MEIO AMBIENTE DE XAXIM
72 – SOCIOS DA NATUREZA
73 – TERRA DE DIREITOS
74 – UNIÃO DAS ENTIDADES AMBIENTALISTAS DO PARANÁ / UNEAP
75 – VIA CICLO

 

Die Kommentarfunktion ist geschlossen.